Green Project Awards 2015

Agricultura, Mar e Turismo

VENCEDOR

Inspira Santa Marta Hotel | Inspira Santa Marta Hotel

A visão do Inspira Santa Marta Hotel é tornar-se num hotel de 4 estrelas líder em Lisboa e um exemplo de sustentabilidade na sua área, ao envolver continuamente os stakeholders na adopção de boas práticas em questões ambientais e de responsabilidade social. Preocupa-se em integrar, nas operações diárias, soluções inovadoras para o aumento da eficiência no uso da energia, água, materiais e redução de resíduos. Nos últimos anos, através do lema “Doing the right thing” tem inspirado uma atitude sustentável entre os vários stakeholders e demonstrado que é possível combinar os conceitos de estilo de vida urbano e eco-hotel.

MENÇÕES HONROSAS

Brigada do Mar | Descontaminação da costa do norte – Sines

Esta acção foi composta por três partes: descontaminação de 6 km de costa em 4 dias; exposição publica no centro de Sines de todo o lixo recolhido; e exposição com texto e fotos no centro de exposições/biblioteca de Sines. As motivações para esta acção são simples: a consciência que a Brigada do Mar tem que tem a obrigação de agir. O lixo exposto foi visto por mais de 20000 pessoas. O número de participantes ultrapassou os 150.

Cantinho das Aromáticas | Cantinho das Aromáticas – Lotes Reserva

A colheita selectiva das partes terminais das espécies Limonete, Erva-príncipe, Hortelã-vulgar e tomilho-limão foi feita durante o ano de 2013 e foram testadas diferentes temperaturas e tempos de extracção, em infusão, com o objectivo de potenciar a experiência sensorial para o consumidor. A produção de plantas aromáticas da empresa é certificada em modo de produção biológico num agrosistema urbano único do género em toda a Europa Ocidental, que beneficia directamente a comunidade circundante.

FINALISTAS

 

Consumo Sustentável

VENCEDOR

ACDPM | Cabaz do Mar – Rede de Suporte Social e de Proximidade em Prol da Valorização dos Produtos da Pesca Locais

O “Cabaz do Mar”, projecto pioneiro em Portugal, surgiu da necessidade de valorizar e escoar o pescado de baixo valor comercial na região de Odemira. O conceito baseia-se no agrupamento da oferta através da associação de pescadores. Num compromisso mutuo entre os produtores que se envolvem directamente como agentes no mercado, reduzindo os intermediários e garantindo um fornecimento regular de 3kg de espécies capturadas por artes de pesca sustentáveis. O consumidor tem a oportunidade de se tornar “accionista” da captura das embarcações de pesca definindo a regularidade com que quer receber o pescado de uma lista de 34 espécies, indicando apenas três que não quer consumir. A maior parte dos 122 clientes está fidelizada e é regular, encomendado mais do que uma vez por mês.

MENÇÕES HONROSAS

Biovivos Lda | Biovivos

A Biovivos surgiu em abril de 2014 com o objectivo de produzir vegetais localmente com o melhor nível de nutrição e sustentabilidade possível. Pretende-se espalhar micro-estufas (18 m2) pela cidade para produção de biovivos e entregas locais, criando um emprego local e sustentável por cada micro-estufa implementada. Resumindo, produzir os vegetais mais nutritivos com o melhor nível de sustentabilidade.

Eurest Portugal | Restaurante Sustentável

O projecto é uma visão integrada do negócio, com benefícios ambientais inequívocos, características sociais vincadas, melhoria da qualidade nutricional das refeições, mobilização dos consumidores, em função de um denominador comum: o consumo sustentável. O selo Restaurante Sustentável obriga à implementação de 10 campanhas basilares e essenciais para a produção e distribuição sustentável de refeições. Obteve-se uma redução  de 30% do desperdício alimentar, 77 toneladas de papel, 63 toneladas de vidro e 98% da pegada carbónica.

FINALISTAS

 

Gestão Eficiente de Recursos

VENCEDOR

Câmara Municipal da Amadora | Projeto-piloto de controlo de regas dos espaços verdes do Município da Amadora

A área dos espaços verdes que integram a estrutura verde secundária da Amadora quase triplicou a sua dimensão nos últimos 20 anos. O incremento destes espaços, representa uma melhoria significativa do ambiente urbano, mas traduz-se em elevados custos resultantes de um grande consumo de água para rega. Para reduzir, implementou-se, no início de 2014, um projeto-piloto com recurso a dois pequenos aparelhos, instalados em 2 Parques Urbanos do Concelho. O aparelho tem como componente 1 cartão de dados que permite a ligação à internet e o acompanhamento do funcionamento da rega em tempo real. Permite assim, a interrupção da rega a qualquer momento e em qualquer lugar, através de um simples comando no telemóvel ou computador. Em comparação com o consumo de 2014, verificou-se que a utilização do aparelho permitiu poupar 16411m3 de água – cerca de 12000€.

MENÇÕES HONROSAS

Bosch Car | Inovação Organizacional

O projecto desenvolvido, desde 2012, é o de inovação organizacional e tem como objectivo desenvolver a empresa para processos e produtos inovadores e mais eficientes, inclusão social, o respeito pelos interesses de todos os envolvidos e a optimização do uso de recursos naturais. Investe em soluções inovadoras e sustentáveis desenvolvendo trabalhos relevantes na área da gestão de energia, consumo de água, gestão de resíduos, sensibilização ambiental e acções de cariz social através de patrocínios, doações e voluntariado. As actividades desenvolvidas permitiram uma redução de custos energéticos na ordem dos 23% e optimização de consumo em 9 %.

Sarah Trading | inVista no Ambiente

Este sistema de recolha selectiva de têxteis centra-se no conceito da reciclagem e reutilização de roupa usada. Os objetivos são claros: diminuir a deposição de têxteis em aterro, reduzir a extracção de matérias-primas da natureza, contribuir para a formação de uma consciência cívica e ecológica do cidadão e ainda apoiar instituições e famílias portuguesas carenciadas. Em quase 2 anos já foram recolhidas cerca de 5000 toneladas.

FINALISTAS

 

Investigação & Desenvolvimento

VENCEDOR

César Fonseca | Detergentes verdes: Biosurfactantes a partir de resíduos lenhocelulósicos

Este projecto nasce com o interesse de desenvolver novos biocombustíveis (especificamente para a aviação) e bioprodutos (biosurfactantes) a partir de resíduos lenhocelulósicos (agrícolas, florestais, urbanos). A utilização de biosurfactantes em detrimento de surfactantes sintéticos tem vantagens significativas no que diz respeito à sua biodegrabilidade, não toxicidade, condições de produção suaves e propriedades singulares.

MENÇÃO HONROSA

CENIMAT, Faculdade de Ciências e Tecnologia – UNL | Tetra Solar: Energy for all

Pela primeira vez a nível mundial e utilizando a actual tecnologia do silício amorfo, foi possível fabricar células solares sobre o cartão das embalagens Tetrapak com uma eficiência de 4%, em que o revestimento de alumínio funciona como um dos eléctrodos da célula. Este conceito, além de trazer valor acrescentado e novas funcionalidades a embalagens inteligentes, pode ser adaptado para alimentar inúmeros dispositivos cujo limite é a imaginação.

FINALISTAS

 

Iniciativa de Mobilização

VENCEDOR

CTT Correios de Portugal S.A. | Uma Árvore pela Floresta

Em Setembro de 2014, os CTT e a Quercus uniram-se numa iniciativa pioneira de cidadania ambiental, “Uma Árvore Pela Floresta”. O projecto visa a florestação de zonas do país afectadas pelos incêndios e prevê a plantação de espécies autóctones, que oferecem maior resistência à propagação de fogos, mediante o patrocinio voluntário dos cidadãos. As árvores estiveram à venda por 3€ em 210 lojas CTT e a sua receita reverteu integralmente para o projecto. A aquisição incluía um pequeno kit que permitia a cada cidadão registar a sua árvore num site e acompanhar online a espécie apadrinhada e o local de plantação. A 1ª plantação deu-se rm Março, na Serra do Gerês, com o envolvimento de 34 voluntários, que plantaram 756 carvalhos-alvarinho.

MENÇÕES HONROSAS

Diocese de Beja – Festival Terras Sem Sombra | Festival Terras sem Sombra

O Festival é um projecto assente na triangulação entre música, património e biodiversidade. Visa, mediante acções em monumentos religiosos do Alentejo, preservar o património cultural e natural, impulsionar a descentralização artística e promover a inclusão, numa óptica sustentável. As igrejas são excelentes pontos de observação e santuários da vida selvagem. As iniciativas são itinerantes e gratuitas. Apontado como “exemplo perfeito” numa Conferência ONU, O Festival tem impacto na promoção de práticas sustentáveis na agricultura, movendo cerca de 12500 visitantes por ano.

EPAL – Empresa Portuguesa das Águas Livres | Campanha Leve a água da torneira consigo. Leve no preço. Leve no ambiente.

Esta campanha teve como principal motivação, além da promoção de que a água da torneira é de excelente qualidade, poder ser acessível a todos em qualquer lugar, sendo ambientalmente sustentável. A campanha incentiva ao consumo de água da torneira, em qualquer lugar, permitindo o transporte através de uma garrafa – a Fill Forever – leve e personalizável, com cores diferenciadoras de design exclusivo, em PET resistente, reciclável e reutilizável. Foi ainda criado o conceito de máquinas de venda automática de garrafas vazias com uma torneira que permite inúmeros enchimentos gratuitos. O potencial ecológico evitará a produção de 2,6 milhões de embalagens e idêntica produção de resíduos.

FINALISTAS

 

Iniciativa Jovem

VENCEDOR

Escola Secundário João de Araújo Correia | Oxigénio

O desafio da humanidade é preservar o seu padrão de vida e manter o desenvolvimento tecnológico sem exaurir os recursos naturais do planeta. Aprender e consciencializar que cada um de nós tem um papel decisivo nesse futuro é o objectivo do projecto Oxigénio que pretende desenvolver em toda a comunidade escolar a consciência ambiental, através da aprendizagem da importância da energia nas nossas vidas no presente e do que é preciso mudar tendo em vista o futuro.

MENÇÃO HONROSA

Escola Secundário de Montemor-o-Novo | Sementes com futuro

O projeto visa a conservação e valorização económica da biodiversidade associada a flora silvestre e variedades agrícolas tradicionais, através de um trabalho que engloba atividades de caráter inter-geracional (recolha de sementes e usos associados, junto de população idosa, por parte dos alunos), de produção e capacitação (instalação de um viveiro de produção e demonstração, no Centro Juvenil de Montemor-o-Novo), e ainda de intercâmbio e comunicação/envolvimento da comunidade local e regional.

FINALISTAS

 

Produto ou Serviço

VENCEDOR

CAIS – Associação Solidariedade Social | CAIS Recicla

O serviço Cais Recicla desenvolve e comercializa peças de ecodesign produzidas através de materiais desperdiçados cedidos por diversas empresas. O objectivo é formar pessoas em situação de exclusão. No âmbito de uma parceria com a empresa Unicer, a Cais foi desafiada a pensar numa solução que combatesse o desperdício industrial. De forma a dar resposta ao desafio, surge a ideia de combater também o desperdício humano. Assim surge a Cais Recicla que vem dar uma resposta assente nos pilares da sustentabilidade, inclusão social e criativa. A Cais Recicla conta no momento com mais de 13 empresas clientes, mais de 25 pessoas beneficiárias, mais de 7 designers responsáveis pelo desenvolvimento criativo das pelas e mais de 25 mil peças comercializadas.

MENÇÕES HONROSAS

Associação Transumância e Natureza | Azeite Faia Brava

A Associação Trasumância e Natureza tem como missão conservar, valorizar, conhecer e divulgar o património natural do Nordeste de Portugal, pela via da sustentabilidade e com a participação da comunidade, através da gestão e protecção de áreas naturais. A produção de azeite virgem extra biológico Faia Brava tem como principal objectivo a angariação de verbas próprias para implementação do projecto de conservação da natureza da Faia Brava. A sua produção é de 1500 garrafas por ano, o que resultou na aquisição de 42 hectares de propriedades até 2014. Os produtos Faia Brava representam biodiversidade, promendo o território e estimulando à participação activa dos cidadãos na conservação da natureza.

EDP Comercial | Energia Solar Autoconsumo

As soluções de Energia Solar EDP em autoconsumo permitem aos clientes produzir e consumir a sua própria electricidade, de forma a reduzir a sua fatura eléctrica, aproveitando um recurso renovável disponível em abundância no nosso país: o sol. O funcionamento destes sistemas é assegurado por painéis solar fotovoltaicos, que permitem que a energia solar seja captada e transformada em energia elétrica. A energia gerada irá abastecer a casa do cliente, e se produzida em excesso, esta energia é injectada na rede eléctrica. Todos estes fluxos de energia são ainda monitorizados pelo sistema da EDP de gestão de energia. Mais de 1500 sistemas já foram vendidos.

FINALISTAS

 

Prémio GPA – EDIA “Boas Práticas em Alqueva”

VENCEDOR

António José Ramos Silvestre Ferreira | Vale da Rosa

A Vale da Rosa é uma Empresa que se dedica à produção de uvas de mesa de Alta Qualidade e destina-se ao abastecimento do mercado interno em todas as suas vertentes, e ao mercado de exportação que nos últimos anos se tem revelado muito promissor. Importa referir que a Vale da Rosa exportou na campanha de 2014 35% de toda a sua produção, esta realidade resulta de uma instabilidade sentida no mercado interno e sobretudo da apetência do nosso produto em países do Norte da Europa e países como Angola e China, sublinhe-se que o exigente mercado inglês é um dos nossos principais importadores. Já este ano a Vale da Rosa participou como expositor no distinto certame no Dubai. A empresa Vale da Rosa fez um esforço assinalável no que diz respeito à matéria de investimento, saliente-se que há cerca de dez anos a área de produção era de 100 ha, atualmente a empresa explora 250 ha em dois pólos de produção no concelho de Ferreira do Alentejo. Acrescente-se, que temos assistido a um investimento, a par da produção, que custa em média oitenta mil euros/ha, em infraestruturas de frio que possam responder de forma eficaz ao objetivo que a empresa tem no incremento das exportações. Na campanha de 2014 o volume de negócios da Vale da Rosa foi superior a 10 milhões euros.

MENÇÕES HONROSAS

Paxberry, Lda| Paxberry

O projeto iniciou o seu processo produtivo em 2014 visando produzir morangos de elevada qualidade da forma mais eficiente, na zona de Portugal com maior potencial agrícola, dadas as condições climatéricas excepcionais e a actual oferta de água. Tendo como premissa a utilização de meios de produção inovadores, a infraestrutra da PaxBerry é hidropónica e permite uma plantação de 400.000 plantas, em 2 hectares, com uma produção aproximada de 200 toneladas/ano – o dobro de uma plantação convencional. A produção em sistema hidropónico caracteriza-se pela não utilização do solo, sendo a água o elemento principal do processo produtivo, funcionando como meio de transporte dos nutrientes, necessários ao desenvolvimento das plantas.

EMAS | Projeto Heróis da Água

Os objetivos principais deste projeto, que tem como publico-alvo os alunos do concelho de Beja, são: fomentar o trabalho em rede, estabelecer trocas de experiencias, divulgar acções realizadas no projeto e promover a temática do uso eficiente de água. Nas sessões de sensibilização ambiental são realizadas várias experiencias educativas com a finalidade de demonstrar a versatilidade e a importância do recurso água. Estas experiencias são direccionadas de acordo com o nível de ensino, e as suas temáticas abrangem, para alem da utilização da agua para o consumo humano, a produção de energia eletrica, a simulação do funcionamento de estações de tratamento de águas e estações de tratamento de águas residuais, rede de distribuição da água, etc.

FINALISTAS

 

Inovação em Alqueva

VENCEDOR

CEBAL e Instituto Politécnico de Beja | H2O PROCESSING & MITIG: Mitigação de CO2 atmosférico, produção de soluções nutritivas, corretivos organominerais e produtos hortofrutícolas através de processo

Este é um sistema inovador de tratamento de águas residuais de queijo com obtenção de soluções nutritivas/correctivos organominerais para reutilização agrícola, e simultânea mitigação de CO2 atmosférico. O processo é de fácil aplicação e apresenta baixo custo sendo uma solução para as águas residuais das queijarias que necessitam de tecnologias de baixo custo. Apresenta várias vantagens, contribuindo não só para a redução da contaminação de águas residuais, mas também para a redução dos problemas ambientais associados aos gases com efeito de estufa.

MENÇÕES HONROSAS

AABA | IRRICROP

O projeto tem como objectivo conceber uma aplicação (app) inovadora para sistemas ios e android, que de uma forma prática, simples e expedita os agricultores possam saber as necessidades de água das culturas ao longo do ciclo de produção. Esta ferramenta permite utilizar o recurso água de uma forma objectiva, uma vez que vai utilizar os dados meteorológicos do momento, para avaliar a real necessidade hídrica das culturas. Através desta app, vamos poder monitorizar no smartphone a necessidade real de rega de vários sistemas, com diferentes culturas instaladas e em diferentes estados culturais, permitindo reduzir ao mínimo as horas de rega, com todas as poupanças associadas de água, energia e fertilizantes e ao mesmo tempo fazendo todo o registo de regas, adubações e pluviosidade, deixando mais tempo disponível ao agricultor para todas as restantes tarefas ou lazer.

Global Colibri – Engineering and Consulting, Lda. | Ilhas Flutuantes para cobertura dos reservatórios da EDIA

As Ilhas Flutuantes (sistema constituído por plantas em suspensão numa coluna de água) surgiram como projeto de engenharia alternativo às ETARs convencionais, como forma de tratar e conservar as massas de água, sem recurso a produtos químicos poluentes, além de criarem ambientes propícios à biodiversidade e minimizarem alguns impactos ambientais. Assim sendo, o objectivo do projeto será utilizar as Ilhas Flutuantes como cobertura dos reservatórios existentes no Alqueva, e eventualmente a criação de ilhas na albufeira da própria barragem, como forma de diminuir as perdas de água por evaporação.

FINALISTAS